A Historia de Yvon Andrade

A Historia de Yvon Andrade 



Yvon Bezerra de Andrade, nasceu em Camocim de São Felix em 24 de fevereiro de 1929 – Na época chamava-se Camocim de Bezerros, sendo filho Severino Bezerra de Andrade, poeta popular e mascate, e de Tercila Paixão de Andrade. Chegou em terras barreirenses em 12 de outubro de 1931 (Por uma feliz coincidência na data de inauguração do Cristo Redentor no Rio de Janeiro), onde viveu uma infância felicíssima bem sintetizada nos “MEUS OITO ANOS de Cassimiro de Abreu (1839 – 1860): “Oh! que saudades que tenho Da aurora da minha vida, Da minha infância querida Que os anos não trazem mais! Aprendeu a ler e escrever com uma madrinha de nome Maria Amélia, em 1936. Em 1937 continuou os estudos na Escola João Coimbra mantida pela Usina Central Barreiros



Yvon Bezerra de Andrade

Depois, em 1941 passou a estudar no Grupo Escolar Coimbra e finalmente concluiu o antigo curso primário na Escola Particular Madalena Mastrianni em 1942. Em 1943, na esperança de estudar o curso ginasial em Recife, esteve na Escola Pratt, do professor Estevão Francisco da Costa. Vã esperança! Seu pai, um modesto funcionário da Usina Central não teve condições de custear-lhe os estudos. A partir de então jamais frequentou qualquer banca escolar. Em 1945 assumiu o seu primeiro emprego, no Armazém Central Barreiros como datilógrafo, profissão que exerceu durante toda a sua passagem profissional na referida Usina e que até hoje pratica este ofí- cio. Em 14 de fevereiro de 1949 ingressa no serviço militar da Aeronáutica. Licenciado em 14/06/1950, volta para Barreiros indo trabalhar na Empresa de Luz e Força do município, de 1951 a 1952. Neste mesmo ano de 1952 foi chamado pela Gerência da Usina Central Barreiros, para lá trabalhar onde ficou até se aposentar, em 26 de março de 1996. Casado com Maria Clotildes Câmara tem os filhos Maria de Fátima, Maria do Socorro, Ivson, Ivan, Ana Maria, Yvon Filho, Francisco, Jonas Neto e uma filha adotiva de nome Cinthya Cibelles.

Filhos e netos, uma história familiar de união

Tem vinte netos e quatro bisnetos. Em 19 de julho de 2007, data de aniversário da cidade de Barreiros, lançou o Livro “Memórias Barreirenses” com o apoio do Engenheiro, escritor e fundador do Museu do Una, Bertrando Bernardino. Sobrevive como aposentado e reside em Barreiros há mais de 80 anos, onde tem raízes profundas e amor extremado pela terra que o adotou oficialmente em 02 de setembro de 1989, quando recebeu o título de Cidadão Honorário de Barreiros, pelo Legislativo Municipal Barreirense, projeto de iniciativa do então vereador Pedro Paulo de Holanda Carvalho. 
Sentimental incorrigível e saudosista empedernido, é torcedor do América do Rio de Janeiro e do 
Clube Náutico Capibaribe.


Fonte: Grande Litoral/Barreiros Esta é a Cidade 






COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário