Prazo de emplacamento de cinquentinhas é prorrogado para 16 de junho

Medida só vale para quem deu entrada até 11 de novembro mas não conseguiu a BIN ou a certidão negativa de roubos e furtos

   Um total de 27.946 cinquentinhas foram emplacadas em Pernambuco, apenas 30% da frota. Foto: Rafael Lima/ Prefeitura Municipal de Caruaru

Os condutores das motos de 50 cilindradas, mais conhecidas como cinquentinhas, terão mais tempo para emplacar e licenciar os veículos. O prazo, que deveria ser encerrrado nesta quinta-feira, foi prorrogado para o dia 16 de junho. É a terceira vez que a data limite é esticada para beneficiar os condutores e proprietários que ainda tem pendências relativas à documentação.

No entanto, a medida só vale para quem ainda não conseguiu inscrever o veículo na Base de Índice Nacional (BIN), documento que corresponde ao registro do ciclomotor, ou para quem não obteve a certidão negativa de roubos e furtos emitida pelo Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri). Também é preciso ter dado entrada nesses itens até 11 de novembro do ano passado e apresentar protocolo ou comprovante, quando abordado nas blitze, que continuarão sendo realizadas.


Balanço - Até esta quarta-feira um total de 27.946 cinquentinhas haviam sido emplacadas em Pernambuco, o equivalente a apenas 30% da frota estimada no estado pela Associação Nacional dos Usuários de Ciclomotores (Anuc). A medida também tranquiliza os usuários que estão tendo dificuldades diante da greve dos servidores do Detran, iniciada no dia quatro. O emplacamento custa R$ 70,67, além de R$ 130 referentes ao Seguro DPVAT e do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), de 1% do valor venal para motos com potência inferior a 50 cilindradas.

Fonte: Diário de Pernambuco 

COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário