Polícia do Rio de Janeiro faz operação para prender suspeitos de estupro coletivo

Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima cumpre seis mandados de prisão e de busca e apreensão no Morro São José Operário


      Da esquerda para a direita, os procurados pela polícia: Sérgio Luiz da Silva Junior, Marcelo Miranda da Cruz Correa, Raphael Assis Duarte Belo, Michel Brasil da Silva, Lucas Perdomo Duarte Santos e Raí de Souza
Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação
A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav) do Rio de Janeiro deu início, na madrugada desta segunda-feira, a uma operação para prender suspeitos do estupro coletivo ocorrido no Morro São José Operário, em Jacarepaguá, na zona oeste da capital fluminense. Agentes cumprem seis mandados de prisão e de busca e apreensão. As informações são do G1.
Segundo o jornal O Globo, os procurados são: Sérgio Luiz da Silva Junior (conhecido como Da Russa, seria o chefe do tráfico no Morro do Barão); Raphael Assis Duarte Belo (que aparece em uma foto fazendo uma "selfie" com a adolescente desacordada); Lucas Perdomo Duarte Santos (jogador de futebol do time Boa Vista, apontado como namorado da vítima); Raí de Souza (que admitiu ser autor do vídeo no qual a vítima aparece desacordada); Marcelo Miranda da Cruz Correa (suspeito de divulgar as imagens) e Michel Brasil da Silva (também suspeito de compartilhar o material).
A delegada da Dcav, Cristiana Bento, e o diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada, Ronaldo Oliveira, coordenam a ação, que conta com o apoio de diversas delegacias. 

Nesta segunda-feira, a Polícia Civil divulga o resultado do laudo sobre o estupro coletivo da adolescente de 16 anos. O Bom Dia Rio, da Rede Globo, adiantou quenão foram encontrados sinais de violência e que a demora da jovem em acionar a polícia e se submeter a exames foi "determinante" para o resultado.

O chefe de Polícia Civil, Fernando Veloso, disse que a perícia no vídeo que expõe a adolescente apresenta respostas que podem "contrariar o senso comum". No domingo, a delegada Cristina assumiu a coordenação das investigações. O titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, Alessandro Thiers, foi afastado depois de críticas da adolescente à condução do caso.


COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário