Samsung desativa assistências técnicas em Pernambuco

O serviço de Proteção ao Consumidor multou a empresa no valor de 5 mil reais diários

   Foto: Internet/Reprodução

Os usuários dos produtos da Samsung estão sem assistência técnica autorizada em Pernambuco. A fabricante descredenciou todos os 14 pontos de atendimento no estado. O Procon já soma 190 reclamações contra a empresa feitas apenas neste ano. Para consertar qualquer aparelho eletroeletrônico da marca o consumidor precisa procurar o serviço em São Paulo, retardando o reparo e provocando prejuízos.

"Há anos tenho uma câmera digital que quebrou e tento assistência próxima a mim para ser mais acessível e não esperar envio, orçamento e conserto. Procurei pela internet, tendo em vista que queria um serviço feito pela própria Samsung, para garantir que seria feito corretamente. Busquei no site da própria marca, porém não encontrei endereços disponíveis e os que encontrei eram antigos", esta é a dificuldade enfrentada pela estudante Nathécia Alves, de 24 anos, e muitos outros clientes que buscam atendimento, mas não encontram.

"Nos últimos meses notamos o crescimento das reclamações por falta de assistências credenciadas no estado. Em 2014 a empresa assumiu um compromisso de manter estabelecimentos autorizados, mas eles foram descredenciadas pela companhia sem qualquer esclarecimento ao Procon", conta o gerente jurídico do Procon de Pernambuco, Roberto Campos. Devido ao descumprimento, o órgão deu o prazo de cinco dias, a partir de segunda-feira para que a Samsung reative uma assistência técnica em cada região de Pernambuco, sob pena de multa diária no valor de R$ 5 mil, limitada até 30 dias.

A falta do serviço afeta principalmente quem tem um aparelho com defeito e ainda está na garantia, já que depende do serviço feito exclusivamente pela fabricante. A orientação para os clientes da marca é procurar o serviço ao consumidor e abrir uma reclamação formal. "A informação é um princípio claro que deve ser cumprido respeitando o Código de Defesa do Consumidor. Quem compra um celular hoje pode não saber que está desassistido", explica Campos. De acordo com o órgão, caso o prazo dado não seja cumprido, além da multa, a venda de produtos da marca pode até ser suspensa no estado.

A reportagem procurou as assistências que prestavam atendimento na região central do Recife. Muitas estão permanentemente fechadas ou fazem o conserto apenas em produtos sem garantia. Em fevereiro de 2015 a companhia inaugurou uma loja modelo para reparo de celulares e tablets com call center, localizado no bairro do Pina. Até o momento o espaço aguarda a licença para atuar como autorizada. Até que o problema seja resolvido, os consumidores podem procurar a central de atendimento em São Paulo pelo número 4004.0000 e obter orientações direto com a fabricante.

Em resposta, a Samsung afirmou que possui atualmente oito assistências técnicas autorizadas no estado, mas que está concentrando todos os consertos no Centro de Reparos autorizados. Para utilizar o serviço os clientes devem entrar em contato com a Central de Atendimento pelos telefones 4004-0000 (capitais e grandes centros) e 0800-124-421 (demais cidades e regiões), abrir uma ordem de serviço, em seguida é fornecido um código a ser utilizado em uma agência dos Correios para enviar o celular ao Centro de Reparos sem custo. Após o conserto o consumidor receberá o smartphone em casa. A empresa não informou o prazo que será estabelecido para o serviço.

DP
COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário