Familiares do prefeito de Catende são presos em nova operação da Polícia Civil

A operação que acontece no Recife, Itamaracá e Catende foi deflagrada para cumprir mandados contra suspeitos de atrapalhar a Operação Tsunami


Uma operação deflagrada na manhã desta sexta-feira (19) em Pernambuco prendeu o tenente coronel da reserva Adalberto Carvalho de Souza e Paulo Augusto Cordeiro e Miguel Alves Cordeiro Filho, respectivamente filho e sobrinho do prefeito de Catende, Otacílio Alves Cordeiro, que já havia sido preso no início de junho. A operação foi batizada de Longa Manus e tem ligação com inquérito da Operação Tsunami. De acordo com a Polícia, serão cumpridos mandados judiciais contra suspeitos de atrapalhar a investigação de organizações criminosas. A ação ocorre no Recife e nas cidades de Catende (Mata Sul) e Itamaracá (Região Metropolitana).

Também foram cumpridas rês conduções coercitivas, contra uma mulher identificada como Jaqueline, que seria filha do Prefeito, e contra duas funcionárias da casa do prefeito, identificadas como Mikaela e Eliane. Os mandados foram expedidos pelo desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Odilon de Oliveira Neto, a pedido da Polícia Civil. São três de prisão preventiva, seis de busca e apreensão domiciliar e quatro de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para depor.
Participam da ação 78 policiais civis e 25 policiais militares. Os delegados Patricia Domingos e Izaías Novaes – titular e adjunto da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) – começaram as investigações há três meses.
A operação é supervisionada pela Chefia da Polícia Civil de Pernambuco e coordenada pela Diretoria Integrada Especializada (Diresp) e Gerência de Controle Operacional Especializada (GCOE). Os presos e materiais apreendidos serão encaminhados para sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados.

Entenda o caso
O prefeito foi preso no início de junho, durante a operação Tsunami, acusado de integrar um grupo que praticava o emprego irregular de verbas públicas, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro da prefeitura do município, na Mata Sul do Estado. Na residência do socialista, a polícia Civil apreendeu R$ 758.437, uma barra de ouro avaliada em R$ 40 mil e diversas armas.

Fonte: FolhaPE
COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário