Policiais civis, bancários e Detran aderem à greve em PE na sexta

Pela segunda vez em menos de um mês, servidores de várias categorias vão cruzar os braços.


Pela segunda vez em menos de um mês, servidores de várias categorias ligados à Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE) vão cruzar os braços, nesta sexta-feira (25), em adesão ao Dia Nacional de Greve. Na pauta, bancários e policiais civis, entre outras categorias, engrossam o movimento dos estudantes contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 55) que tramita no Senado, a antiga PEC 241 (aprovada na Câmara), visando estabelecer um teto para os gastos públicos nos próximos 20 anos.

Todas as agências bancárias do Estado foram incentivadas a aderir ao movimento, porém não há garantia de que todas as unidades serão fechadas, de acordo com o Sindicato dos Bancários de Pernambuco. Além da PEC do Teto, a classe reivindica a reestruturação dos bancos públicos. Nesse domingo (20), o Banco do Brasil anunciou que algumas unidades serão transformadas em postos de atendimento, investindo no atendimento digital. Com a decisão, pelo menos sete bancos vão fechar as portas em Pernambuco.

Mesmo com a reformulação do plano de cargos, carreiras e vencimentos apresentada pelo Governo de Pernambuco na última semana, os policiais civis do Estado ainda vão suspender os serviços. Segundo a categoria, apenas o setor de flagrantes está previsto para funcionar. O Instituto de Medicina Legal (IML) e o Instituto de Criminalística (IC), também pertecentes à Polícia Civil, vão funcionar, no entanto os corpos serão liberados de forma mais lenta.

Além de aderir ao movimento contra a PEC, os servidores do Detran-PE podem decretar paralisação por tempo indeterminado. A categoria, que já ordenou a situação de estado de greve, vai decidir os rumos do ato na próxima sexta-feira. A categoria informou que já enviou um ofício para o Governo de Pernambuco contra o processo de privatização que ocorre em vários setores, voltando a funcionar até que o processo seja resolvido.

Possível paralisação dos metroviários

Uma assembleia está marcada para ocorrer, nesta terça-feira, por volta das 18h, com o objetivo de decidir se a categoria vai aderir ou não à manifestação nacional. Além dessa pauta, a classe vai protestar contra outras insatisfações como a insegurança, déficit de funcionários e o sucateamento dos trens.

Manifestação no dia 11 de novembro

No último dia 11 de novembro, várias categorias suspenderam as atividades em todo Estado. Na pauta, os trabalhadores também realizaram a manifestação contra as propostas do governo federal sobre a "retirada de alguns direitos trabalhistas e sociais".

Estudantes engrossam o movimento

Estudantes ocupam várias instituições de ensino no Estado contra a PEC 55 e a reforma do ensino médio. Nesta segunda-feira (21), a Escola Joaquim Xavier de Brito, no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife, foi ocupada por cerca de 400 pessoas.

Além dessa instituição, as escolas Silva Jardim, no bairro do Monteiro, Cândido Duarte, em Apipucos, Martins Júnior, no bairro da Torre, o Ginásio Pernambucano, em Santo Amaro, e a escola Porto Digital, bairro do Recife, também estão ocupadas.

Ne10
COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário