Com greve de caminhoneiros falta gás de cozinha em Barreiros


Paralisação acontece desde a segunda-feira (21) contra a alta no preço dos combustíveis.



A greve dos caminhoneiros já causa impacto na distribuição do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), aquele usado em cozinha. Já falta o produto nas principais distribuidoras de Barreiros, uma das maiores cidades da região.

Esse problema ocorre porque os veículos com o insumo não estão sendo liberados do Porto de Suape, no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife.


Desabastecimento

Nesta terça-feira (29), 80 caminhões-tanque saíram do Porto de Suape sob escolta da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Exército Brasileiro. No entanto, nenhum deles continha cargas de gás de cozinha.

Por meio de nota, o Sindigás informou que há gás nas bases, porém o setor de GLP trabalha com uma logística de reversa, na qual é imprescindível o retorno de botijões vazios para serem engarrafados. Como muitos desses botijões estão retidos nos bloqueios nas estradas, apenas algumas distribuidoras ainda possuem um estoque mínimo de gás.

Segundo o sindicato, os caminhoneiros e as forças policiais estão permitindo apenas a passagem de caminhões com GLP granel, utilizado para abastecer serviços essenciais, como hospitais, escolas, creches e presídios.

No entanto, botijões de 13kg, 20 kg e 45g vazios os cheios com nota fiscal a caminho das revendas não são reconhecidos pelos grevistas como abastecimento de um serviço essencial, o que o órgão considera um equívoco.

COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário