Homem matou e cortou ao meio corpo da amante para evitar que caso viesse a público no litoral Sul


Com medo que a família tivesse conhecimento do relacionamento extraconjugal, Albertino Fortunato assassinou e esquartejou a amante.

     Delegado Felipe Monteiro, gestor da Divisão Sul de Homicídios, e delegado Nelson Souto, gestor do Diresp

Para evitar que o caso extraconjugal viesse a público, um homem de 52 anos confessou, segundo a Polícia Civil de Pernambuco, ter matado e cortado ao meio o corpo da amante com quem mantinha o relacionamento de cerca de seis meses. O corpo de Ana Maria da Silva, de 56 anos, foi descoberto nesse domingo (29), mesmo dia em que, horas depois, Albertino Fortunato de Oliveira Filho, de 52 anos, foi preso. O crime ocorreu em Sirinhaém, no litoral Sul, no Grande Recife.


A elucidação do feminicídio foi apresentada pelo delegado Felipe Monteiro, da Divisão de Homicídios Sul da Região Metropolitana Sul Polícia Civil de Pernambuco, na
manhã desta segunda-feira (30), em coletiva de imprensa. Segundo ele, Albertino, que é casado há 30 anos e tem quatro filhos, queria acabar o caso com Ana Maria, que era casada havia mais de 40 anos e insistia na relação com o amante.

De acordo com o delegado, durante uma discussão no último sábado (28), o homem bateu na cabeça de Ana Maria, que caiu, desfalecida - Albertino, então, cortou o corpo ao meio com uma faca de pão e o colocou em bolsas, que foram deixadas num canavial próximo à casa, que ele havia alugado em Sirinhaém. O suspeito foi preso na residência onde morava com a família, no município vizinho de Ipojuca.


Fonte: FolhaPE
COMPARTILHE NO GOOGLE+

About Barreiros Esta é a Cidade

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário